Designação do projeto

Operação POSEUR-02-1809-FC-000029

Objetivo principal

Promover a Adaptação às Alterações Climáticas e Prevenção e Gestão de Riscos

Região de intervenção

Freguesias de Gafanha da Encarnação e Gafanha do Carmo no concelho de Ílhavo; freguesia da Gafanha da Boa Hora no concelho de Vagos e freguesia da Praia de Mira no concelho de Mira

Entidade beneficiária

Polis Litoral Ria de Aveiro - Sociedade para a Requalificação e Valorização da Ria de Aveiro, S.A., em liquidação

Mapa de intervenção
Data de aprovação
16-11-2016
Data de início
01-06-2016
Data de conclusão
31-12-2017
Custo total elegível Fundo de Coesão

2 693 700.00 €

Apoio financeiro da União Europeia

2 289 645.00 €

Apoio financeiro público nacional

404 055.00 €

Objetivo

A operação “3ª Fase da proteção e recuperação do sistema dunar, através do reforço do cordão dunar entre Ílhavo e Mira” tem como objetivo específico a proteção do litoral, através da manutenção e reposição das condições naturais do ecossistema costeiro que assegurem a sua estabilidade biofísica e minimizem situações de risco (risco de erosão e/ou cheias/galgamentos) para pessoas e bens, por via da implementação de ações de recuperação dunar.

Natureza dos trabalhos a realizar

Reforço do cordão dunar, em troços ainda não intervencionados, através de recarga artificial com inertes (sedimentos), a disponibilizar pela APA (Administração do Porto de Aveiro), conforme protocolo já celebrado, existentes no Porto de Aveiro, situado na Gafanha da Nazaré em Ílhavo;

Recuperação e renaturalização do sistema dunar, nos troços ainda não intervencionados [soluções específicas para cada situação a determinar: recuperação dunar, plantação de espécies florísticas autóctones (excluindo as espécies alóctones, mesmo naturalizadas), instalação de paliçadas, valorização dos espaços, outras], prevenindo os diversos riscos associados à zonas costeiras, numa perspetiva de garantir a sua sustentabilidade ecológica, ambiental e social.

Concretização de soluções de estabilização do pé de talude do cordão dunar, com recurso a enrocamento e/ou outros materiais mais adequados, na continuidade da defesa aderente existente no início dos esporões a Sul da praia da Vagueira e a Sul da praia do Labrego, zonas estas em que se verificou a necessidade de reforço das soluções anteriormente implementadas.

A intervenção envolve um volume de cerca de 276 800 m3 de sedimentos, destinados à recarga do sistema costeiro natural.

Principais ações a realizar

As intervenções a efetuar têm por objetivo o reforço do cordão dunar e abrangem:

  • O alteamento e alargamento da duna, com recurso à deposição de areia existente no depósito do Porto de Aveiro;
  • A fixação da areia colocada com recurso a paliçadas e a sua fixação e renaturalização com plantação de espécies adequadas;
  • Implementação de dois depósitos de emergência (D1 e D2) a norte de Mira;
  • Implementação de um depósito de reforço do tardoz da duna (D3) a norte de Mira;
  • Nos troços F3.3 e F3.4, localizados imediatamente a sul do esporão sul da praia da Vagueira e imediatamente a sul do esporão sul da praia do Labrego, respetivamente, será efetuada a estabilização do pé de talude do cordão dunar com recurso a enrocamento.

Resultados esperados/atingidos

METAS 2017

5 052 km
0 km
Extensão da faixa costeira intervencionada para proteção de pessoas e bens
3.66 %
0.00 %
Linha de costa em situação crítica de erosão com situação melhorada após a intervenção
4 822 km
0 km
Faixa costeira intervencionada por Recuperação dunar
73 914
0
População que beneficia de medidas de prevenção e gestão de riscos naturais relacionado com o clima
0.23 km
0.00 km
Extensão de estruturas de proteção e/ou contenção costeira construídas/reforçadas
Resultados esperados
Resultados atingindos