Designação do projeto

Redução da erosão costeira do "Sítio" da Barrinha de Esmoriz e zona envolvente

Operação POSEUR-02-1809-FC-000001

Objetivo principal

Promover a Adaptação às Alterações Climáticas e Prevenção e Gestão de Riscos

Região de intervenção

Freguesia de Esmoriz, concelho de Ovar
Freguesia de Paramos, concelho de Espinho

Entidade beneficiária

Polis Litoral Ria de Aveiro - Sociedade para a Requalificação e Valorização da Ria de Aveiro, S.A.

Mapa de intervenção
Data de aprovação
15-12-2015
Data de início
01-05-2014
Data de conclusão
30-09-2017
Custo total elegível Fundo de Coesão

3 629 171.25 €

Apoio financeiro da União Europeia

2 859 126.16 €

Apoio financeiro público nacional

770 045.09 €

Objetivo

A operação “redução da erosão costeira do «Sítio» da Barrinha de Esmoriz e zona envolvente” tem como objetivo específico a proteção do litoral, através da execução de dragagens na barrinha/lagoa e utilização dos dragados para minimização dos efeitos da erosão costeira e reposição do equilíbrio na dinâmica sedimentar ao longo da costa, através do restabelecimento do fornecimento de sedimentos ao litoral.

Natureza dos trabalhos a realizar

Dragagens (desassoreamento da lagoa costeira e reposição do ciclo sedimentar), consolidação dunar e reabilitação das estruturas de defesa costeira, requalificação de margens e implementação de percursos pedonais/cicláveis.

Principais ações a realizar

Execução de ações de dragagem na Barrinha de Esmoriz/Lagoa de Paramos

O desassoreamento da barrinha/lagoa envolverá a dragagem de 272.000 m3 de sedimentos e os materiais dragados serão depositados por repulsão em dois setores da costa na sua vizinhança – a norte do esporão norte e a sul do esporão sul.
Os materiais dragados que apresentam características granulométricas e cor compatíveis com areia de praia serão depositados na Praia de Esmoriz e na Praia de Paramos, contribuindo desta forma para a minimização dos efeitos da erosão costeira característica deste trecho do litoral.
Os materiais dragados que não têm características compatíveis com a areia de praia serão depositados no mar através do topo do esporão a sul da Barrinha/Lagoa, contribuindo de forma ativa para restabelecer o fornecimento de sedimentos ao litoral.

Reabilitação do dique fusível e reforço/consolidação dunar

A reabilitação do dique fusível tem como objetivo essencial a manutenção do atual funcionamento do dique com reposição e reforço do sistema dunar, os quais no seu todo constituem um sistema que impede a comunicação hidráulica permanente da Barrinha com o mar, nomeadamente durante a época balnear, por forma a garantir a qualidade da água nas praias das imediações.

Esta ação prevê as seguintes intervenções no dique e dunas adjacentes: a) reforço do sistema dunar norte, numa extensão de 180 m; b) reforço do sistema dunar sul numa extensão de 80 m; c) substituição das cabeças e construção dos encontros norte e sul, através de uma cortina de estacas com travessas em madeira; d) reforço da zona fusível do dique, com uma extensão de 40 m, considerando um núcleo fixo composto por “geossacos” cheios de areia.

Requalificação das margens da Barrinha através do controlo das espécies exóticas infestantes e conservação/ recuperação da vegetação ripícola e requalificação da vegetação dunar e intervenções na área envolvente da Barrinha, ao nível das infraestruturas, essenciais para a proteção do sistema costeiro e dunar

A requalificação das margens da barrinha/lagoa e do cordão dunar envolve os seguintes tipos de intervenção: a) controlo de plantas invasoras, nomeadamente das acácias, da Spartina versicolor, do chorão e da erva-das-pampas; b) plantações na zona marginal da Barrinha com o objetivo de recuperação da vegetação natural; c) conservação e recuperação da vegetação dunar através de intervenções na envolvente da barrinha/lagoa, que envolve trabalhos de ordenamento dos acessos à praia, colocação de painéis informativos de sensibilização aos visitantes para evitarem aceder ao cordão dunar fora dos caminhos e colocação de uma paliçada na zona dunar sul da barrinha/lagoa. d) intervenções na área envolvente da barrinha/lagoa, ao nível das infraestruturas que incluem dois pórticos, um pequeno cais flutuante, uma ponte de atravessamento da Barrinha e duas pontes sobre as linhas de água afluentes, percursos mistos e mobiliário urbano / sinalético, pretendendo-se sensibilizar a população para os valores naturais e patrimoniais presentes e para a sua preservação, já que esta zona está classificada como Sítio de Importância Comunitária (SIC) no âmbito da Rede Natura 2000 (rede ecológica para o espaço comunitário da União Europeia).

Resultados esperados/atingidos

METAS 2017

83 163
0
População que beneficia de medidas de prevenção e gestão de riscos naturais relacionadocom o clima (excepto cheias e incêncios florestais)
272 000 m3
0 m3
Volume de sedimentos a movimentar nas operações de reposição do ciclo sedimentar e de alimentação artifical de troços costeiros
0.22 km
0.00 km
Extensão de estruturas de proteção e/ou contenção costeira construídas/reforçadas
1
0
Desassoreamento de Lagoas Costeiras
3 km
0 km
Extensão de faixa costeira intervencionada para proteção de pessoas e bens
2.17 %
0.00 %
Linha de costa em situação crítica de erosão com situação melhorada após a intervenção
Resultados esperados
Resultados atingindos