Acções Polis Litoral para o Sítio do Rio Vouga são as primeiras a ficar concluídas

As acções Polis Litoral previstas para o Sitio do Rio Vouga, no caso a requalificação da Praia Fluvial da Quinta do Barco e a reabilitação e valorização da Estação de Paradela marcam um novo momento na Operação Polis: a entrada da intervenção no terreno.
Em cerimónia, que contou com a presença do Conselho de Administração da Polis Litoral Ria de Aveiro, do Presidente da Câmara Municipal de Sever do Vouga e do Coordenador Nacional do Programa Polis Litoral procedeu-se à inauguração de uma estrututa modular flutuante para a Praia da Quinta do Barco e à assinatura do contrato de empreitada para a Recuperação e beneficiação da Antiga Estação de Comboios de Paradela.
O projecto para a  praia fluvial da Quinta do Barco irá dotá-la de uma estrutura modular flutuante, de apoio a cais de atracagem de embarcações de recreio, para a prática de canoagem no troço do Rio Vouga, entre o Açude da Cascalheira – Ermida e a Mini Hídrica da Grela. Esta estrutura incorpora ainda, uma piscina fluvial de aprendizagem de natação para crianças e uma zona de solário.
O valor do fornecimento, transporte e montagem da estrutura flutuante foi de cerca de € 120.000,00 mil euros, com uma comparticipação do Programa Operacional Regional Mais Centro de cerca de € 90.000,00.
Já no que concerne à empreitada de Recuperação e beneficiação da Antiga Estação de Comboios de Paradela – Sever do Vouga, foi assinado contrato pelo Conselho de Administração da Polis Litoral Ria de Aveiro e pelo Consórcio Arada, Lda, Manindustria,Lda e Preligaz Lda, vencedor do concurso, no valor de € 238.078,97 e com um prazo de execução de 150 dias, após a data de consignação.  
A empreitada prevê a implementação, no local da Antiga Estação, de um Centro do Sítio Rio Vouga, no qual será instalado:
• 1 Centro de Apoio à Ecopista, com balneários e um ponto de aluguer de bicicletas, que permita, ainda, a concretização de pequenas reparações,
• 1 Centro de Interpretação Ambiental que para além de uma recepção e espaço de informação conterá uma área multifuncional para apoio a visitas organizadas, com capacidade para 25 pessoas
• 1 Espaço de Restauração com uma área máxima de 50 m2 e esplanada exterior.
O programa prevê ainda a adaptação da disposição do espaço existente às novas funcionalidades e procura estabelecer o respeito pela identidade exterior do edifício, que não poderá sofrer alterações, procurando preservar e recuperar os elementos existentes em madeira.
Também a selecção dos materiais construtivos, a utilizar no interior do edifício, é encarada como uma oportunidade pedagógica privilegiando-se a utilização de materiais de construção “amigos do ambiente”, apostando-se em soluções inovadoras baseadas na reciclagem e reutilização de materiais.

Look Concepts